Historial

     O núcleo populacional que deu origem à paróquia e freguesia de S. Sebastião surgiu, logo depois de 1450, à beira mar, no sítio do velho cais, onde hoje se situam as portas da cidade. Com o tempo, a povoação foi-se desenvolvendo, sobretudo para o norte, na direcção da Arquinha e de Sant’Ana.
     No sul, mesmo no centro e na baixa, estava o grosso do comércio, os serviços públicos e algumas casas senhoriais; a norte, situavam-se as grandes propriedades agrícolas onde também residiam os senhores nobres e poderosos.
     Na freguesia de São Sebastião, graças à sua privilegiada topografia e localização – plana e no eixo da cidade – estavam as “riquezas e comunicações de todo o trato e contratos de toda a ilha” (“Saudades da Terra”, Livro IV, Vol. II, pág. 12).
     Parte integrante da cidade de Ponta Delgada, como as freguesias de S. Pedro, S. José e Sta. Clara, a freguesia de S. Sebastião confronta a norte com a de Arrifes; a sul, com o mar; e a este e oeste, com as de S. Pedro e S. José, respectivamente.
     Ocupa uma área de 3,2 quilómetros quadrados e é a Matriz Paroquial do concelho.
     Esta freguesia de S. Sebastião, à semelhança da vila e cidade de Ponta Delgada ...
     *Para ler o resto da informação clique nos documentos em baixo.

Home Bairros Novos Igreja de Santana Igreja do Colégio dos Jesuitas Museu Carlos Machado Junta de São Sebastião Igreja Matriz de São Sebastião Portas da Cidade de Ponta Delgada